quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Descubro-me nômade, com vontade de ir e ir


Minha viagem de barco Manaus-Belém foi tudo o que eu imaginava e muito mais. Por mais tosco e sujo que o barco tenha sido, ele me proporcionou uma experiência fantástica. Me levou pelos rios Negro e Solimões, pelo Amazonas, o Tapajós, o estreito de Breves e suas casas ribeirinhas. Me carregou por entre matas fechadas, me reuniu a pessoas de várias partes do mundo, a pessoas de todos os tipos. Me fez parar de sentir o sol (a ponto de torrar minhas pernas, estou descascando agora). Ir, ir, ir... e sentir, ir e sentir, ir e sentir. O vento, as ondas, as folhas batendo, o pôr-do-sol em dose dupla, no céu e no rio. Obrigada barco! Oh 11 de Maio! Descubro-me pronta para ir e ir, conhecer, decifrar. Ah! Viajar!

2 comentários:

Adriana disse...

ki linda msg mocinha
barco sujo realmente ne..
faltou falar do sorvete de cupuaçú
rsrss
e kd as fotos?? c nao postou nenhuma?!

ve se volta pra manaus hein
bjs

Robson disse...

O mundojá é pequeno pra tanta vontade. Beijo.