quinta-feira, 21 de maio de 2009

Nem parece banco

Eu juro que os juros juram minha conta de morte.
Eu banco o banco, mas ele não me banca.
Quem conta com o site pra pagar a conta,
acaba vencido pelo cansaço
do sistema que não funciona
E deixa vencer
o prazo

3 comentários:

onzepalavras.com disse...

Li seu blog i n t e i ro! Textos que fazem os olhos percorrerem hipnotizados as palavras.

Saber-se viva pelas palavras (!)

Bjos, Ana Karina

SRTA. LÓRI CAPITU disse...

muito bem sacado, deborita!

Elisangela Batista Barbosa disse...

Ah, que verdade! Nem fale em contas a pagar, pois elas ficam como pop-ups automaticos a me atormentar!

E o sistema que parece ter sido feito para facilitar, faz apenas as vezes do deboche a embaralhar numeros sem fim...

Abraco,
Elis